Quando Falta Inspiração 2: árvores e pedras

Escrito por -
0 Flares Facebook 0 Twitter 0 Pin It Share 0 Google+ 0 0 Flares ×

Após minha esclarecedora conversa com o velho amigo Bartolomel… bzz… resolvi partir em uma viagem de inspiração, respirar novos ares… bz.

Veja nossa conversa aqui: Quando Falta Inspiração

Sem roteiro e sem destino certo, sai voando além do jardim… bzzz… na direção do nascer do sol.

Meu bater de asas foi me levando, comecei a ver Liebees de outras colmeias… bz…, trabalhando e coletando pólen. É interessante ver como as Liebees são iguais em sua essência, apesar de tão diferentes fisicamente… bbz.

Como que por mágica, ou só natureza, as árvores foram tornando-se maiores… bbz… e mais numerosas. Tantas flores diferentes que eu não encontrei antes em nossos jardins, um belo cenário…bz. E depois de muito tempo, cheguei a uma área aberta… bbz… com árvores caídas e apenas uma pedra ao centro. Parecia um lugar perfeito para descansar e tomar um pouco de mel.

Sentei no ponto mais alto da pedra… bzzz… observando o novo ambiente que encontrei e tudo a minha volta, minha mente de Liebee começou a voar e pensei em toda história que poderia ter acontecido naquele lugar… bz.

Pensei primeiro na pedra… bzz… há quanto tempo ela estava lá? Se falasse, que histórias incríveis ela poderia me contar?… bz… Desejei conversar e perguntar para ela.

Depois comecei a pensar naquelas árvores. Quão alto elas haviam chegado… bbzz…. antes de cair? Será que em algum momento imaginaram suas quedas? E por que será que caíram? … bzz.

Algumas pareciam levemente queimadas… bz… como se algo tivesse as atingido de cima, talvez um raio?

Ironia pensar que antes das árvores caírem, a pedra era o ponto mais baixo do lugar e agora é o mais alto… bz. As coisas mudam!

E todo o resto? Será que haviam animais aqui no momento da queda do raio?… bbz… imagino o susto que tomaram! Mas talvez tenha sido protegidos, graças às árvores, elas é que caíram… bz.

Será que tudo aquilo aconteceu… bzz… ou só imaginei uma grande história para algo tão simples? Tentando dar significado às quedas das árvores… bz. Talvez, nem elas liguem pra isso!

Não importa… bzz… o importante é quanta sombra elas fizeram, frutos que deram, o quanto serviram de abrigo, purificaram o ar e as sementes que espalharam. Elas estavam lá, em pé, vivendo e prontas para servir!… bz.

É isso que eu quero ser… bzz… uma árvore para a colmeia e todas as Liebees. Como conselheiro… bzzz… como pensador. É a minha missão.

Tanto pensei neste lugar, mas minha viagem deve continuar. Bato asas e sigo sem rumo, voando na mesma direção… bz.

Veja a continuação dessa história: Quando Falta Inspiração 3: Liebee Azul

Mahatmel Favo
Mahatmel Favo

Anos de meditação me mostraram a real polinização. No mosteiro favo de mel ensino as outras Liebees a polinizar o mundo, nem sempre elas entendem, mas isso não me impede de polinizar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *