Lápis e a vida – Cotidiano

Escrito por -
0 Flares Facebook 0 Twitter 0 Pin It Share 0 Google+ 0 0 Flares ×

Ontem estava no Mosteiro Favo de Melbzz… refletindo e pensando sobre a vida de Liebee e todo o significado envolvido. Após uma curta hora…bbbz… comecei a anotar algumas ideias, ou pelo menos tentar anotá-las… bzz.

Fui até o canto do meu favo, sentei, peguei um papel e… bzbz… Onde estava meu lápis? Comecei a procurar o pequeno pedaço de madeira por todo o favo… bzz… com certeza ele havia rolado para o chão e estava perdido. Até comecei a chamar por ele (lápis, lápis, aqui lápis… Até me dar conta do quão bobo era isso) e após uma longa caça, encontrei o pequeno embaixo do sofá… bzzz… Levantei ele como um troféu, na altura dos olhos e pensei: o que seria da minha vida sem um lápis?… Vida, lápis… bzbzbz… Aquilo me deu uma idéia! Voltei a minha mesa e comecei a escrever:

“Minha vida é como a vida de um lápis? Talvez seja.

O lápis escreve e eu polinizo. E polinizar gera cansaço, uma certa estafa. Então, preciso descansar, ele precisa ser apontado. Afiar as idéias e gerar mais polinização.

Com o tempo o lápis diminui, fica mais velho, de tanto apontar aparecem lascas. Com a vida de Liebee (e de humanos) é bem parecido, o passar do tempo te deixa mais velho e gera lembranças, as lascas da vida. O apontador é o relógio do lápis.

Mas, diferente do lápis, mesmo que eu nunca crie nada, nunca escreva, eu vou envelhecer, o tempo vai passar e eu ficarei “menor”. Não tenho escolha, evitar o desgaste não me torna eterno.

Então, o mais importante é viver, aproveitar cada linha, cada traço e todos os pontos e parágrafos. Quando chegar ao ponto final, com todas as minhas lascas (algumas doloridas), vou ter certeza que cada parte do meu grafite foi bem aproveitado e serei “pequeno”, porém feliz com minha escritas.”

Levantei da mesa… bbzzz… orgulhoso do meu pensamento e do meu texto e fui passear, apontar um pouco a vida. Gosto de mantê-la afiada bzbz…

O Mundo Beelieve é um projeto de ilustração de boas ideias e polinização! Aqui espalhamos ideias positivas e queremos mostrar a todos que tornar o mundo melhor só depende de nos mesmos.

Mahatmel Favo
Mahatmel Favo

Anos de meditação me mostraram a real polinização. No mosteiro favo de mel ensino as outras Liebees a polinizar o mundo, nem sempre elas entendem, mas isso não me impede de polinizar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *